Para manter as vendas ativas

Devido à queda nos termômetros, franquia de açaí cria produtos no cardápio tendo como base o chocolate quente

A temperatura já começou a cair em algumas regiões brasileiras, como o sul e sudeste, onde o frio se faz mais presente. Mesmo o país não registrando invernos rigorosos, os termômetros acabam refletindo diretamente na baixa do consumo por produtos gelados como sorvete e açaí, já que é um alimento muito consumido com o intuito de refrescarmos.

Teddy Véras, diretor executivo da franquia Cream Berry – que tem o açaí como carro-chefe da marca – conta que entre os meses de maio a meados de agosto o consumo do açaí chega a cair em torno de 20% a 30%. Já com o sorvete, o reflexo é ainda maior, atingindo 50%.

“Porém, nem sempre as cidades com temperaturas mais baixas, exemplo de Poços de Caldas (MG) que registra em média 2 graus no inverno, terá essa sazonalidade. Mesmo com a queda nas vendas, nossos franqueados conseguem manter um faturamento (bruto) de R$ 40 mil por mês no inverno”, revela o empresário.

Lançamento

Para manter as vendas ativasAdotar um novo mix de produtos possibilita amenizar possíveis oscilações de vendas para os períodos mais frios. Teddy explica que para isso a franqueadora adota um cardápio especial para as estações outono-inverno tendo como base o chocolate quente, podendo ser servido com frutas, chantilly, entre outras coberturas tradicionais do cardápio.

A Cream Berry lançou recentemente o cardápio especial para 2022 onde foi aprovado e homologado produtos como ganache de chocolate, petit gateau, brownie, cookies, além do saboroso chocolate quente e café expresso.

O empresário pontua que os franqueados da rede trabalharão com o cardápio especial até o final do inverno.

“É necessário saber desfrutar das oportunidades. São estratégias de adaptação importantes que refletirão positivamente no bolso do empreendedor. O interessante do açaí é que é um alimento que ganhou a preferência dos brasileiros e não é visto como uma sobremesa, pelo contrário, faz parte do consumo no dia a dia. Além do mais, se torna algo nutritivo, por isso, mesmo em temperaturas amenas conseguimos manter as vendas”, diz.

Analisar o que o cliente busca

As pessoas sempre estão em busca de novidades, por isso, sempre há a necessidade de diversificar, incluindo o menu de inverno. Para atender o público, durante alguns meses a franqueadora fez pesquisas e reuniões com os franqueados e corpo técnico da rede para avaliar possíveis combinações com o açaí e o que poderia agregar para marca como sabores, qualidade e principalmente o consumidor final.

“Nessa reunião buscamos soluções mais práticas sem onerar e prejudicar o operacional da loja. Definindo todos esses processos, buscamos com os franqueados sugestões e depois de pesquisa e estudo dos produtos colocamos em testes e aprovamos o cardápio”, afirma Véras.

O diretor executivo salienta ainda que a cada ano busca ajustar ao cardápio um produto novo, com isso, consegue também ter parâmetros o que foi bem aceito ou não pelo cliente.

Sair da zona de conforto

Aprender novas técnicas e criar estratégias requer tempo e investimento. Porém, é necessário em todo tipo de negócio, incluindo o mercado de alimentação.

Para manter as vendas ativasPara quem trabalha com produto que pode sofrer sazonalidade, como é o caso do açaí, Véras dá algumas dicas que podem manter as vendas ativas neste período de temperatura baixa: criar um cardápio especial com produtos quentes chama atenção das pessoas para esse período. Incluindo aquelas que querem mesclar o açaí com o chocolate quente; quem não é visto não é lembrado. Daí a necessidade de investir em divulgação, redes sociais, influenciadores digitais e divulgações locais para mostrar as novidades do seu negócio; fidelizar clientes flutuantes no verão, com cartão fidelidade e promoções mensais; apostar no sistema delivery. Com o frio, as pessoas tendem ficar mais tempo em casa e pedir um produto para consumir no conforto de casa também é algo que vale a pena se ter nesse tipo de negócio.

Para enfrentar períodos com possibilidade na queda do faturamento o franqueado deve estar preparado e planejar o seu caixa. Outra dica importante é fazer com que o fluxo das vendas nos meses do verão, que tende a ser maior, guardar para o capital de giro para os meses de inverno onde as vendas tendem a cair um pouco.

A Cream Berry atualmente soma 70 unidades presentes nos estados de Minas Gerais (berço da marca), São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Goiás, Paraná, Santa Catarina e no Distrito Federal.

Sobre

A Cream Berry entrou para o franchising em 2016 com a proposta de oferecer um produto diferenciado aliando um ambiente moderno e atendimento de excelência.

Com três modelos de negócio, To Go, Express e Container, o investimento inicial é a partir de R$ 89.950 e prazo de retorno entre 18 a 24 meses. Em 2021, a rede passou a integrar o Grupo Encontre Sua Franquia que soma mais de 1.800 unidades espalhadas no Brasil e exterior.


Cream Berry
www.creamberry.com.br

Leave a Reply

Your email address will not be published.